Como remover ou substituir memórias negativas?

“Nos lembramos do que queremos e porque queremos” essa frase é atribuída ao psicólogo e filósofo John Dewey. Alguns concordam com essa afirmação, mas nem todas as nossas memórias são claramente úteis ou nos beneficiam. É comum conservarmos recordações desagradáveis ou negativas que, apesar de ruins, preferimos guardá-las ao invés de descartá-las.

Mas como podemos descartar conscientemente memórias? Seria ótimo se pudéssemos “mandar” no nosso cérebro, a ponto de dizer: “Deixe essa memória guardada” ou “Quero me lembrar disso o tempo todo”.

O fato é, que nosso cérebro, além de criativo, é extremamente imprevisível.  Num estudo realizado em 2012, os pesquisadores buscavam uma resposta neurológica que pudesse nos ajudar a esquecer as memórias negativas. Estes cientistas relataram dois mecanismos opostos que operam paralelamente na hora de tirar da nossa mente tais emoções: a remoção e a substituição.

A remoção, é um processo que envolve a inibição de algumas memórias. E a substituição, como o próprio nome já diz, traz novas memórias para a nossa consciência, ocupando um espaço “apagado”.

Então, esse estudo nos mostra que existe a possibilidade de intervir no aparecimento de memórias indesejadas.

Mas como remover ou substituir uma memória ou um pensamento indesejado?

Obviamente não é um passe de mágica. Existe uma técnica que nos ajuda a focar a atenção no presente, no agora, que nos ajuda a praticar o domínio sobre a atenção. E quando falamos em remover ou substituir uma memória, um pensamento negativo, estamos falando em reconhecer que este pensamento está lá e que precisamos dominá-lo.

E como começar a praticar o mindfulness?

Você vai precisar de CINCO minutos, um cronômetro, uma cadeira de encosto alto e um lugar tranquilo onde você não seja interrompido.

  • Configure o cronômetro do celular para tocar em 5 minutos. Deixe o celular no silencioso.
  • Sente-se confortavelmente com as costas apoiadas e as mãos nas coxas.
  • Se quiser, feche os olhos, inspire lentamente e pense “subindo” enquanto o ar entra pelo nariz.
  • Expire lentamente e pense “descendo” enquanto o ar sai pelo nariz.
  • Concentre a sua atenção no meio da testa.
  • Se os pensamentos começarem a surgir, gentilmente volte a atenção ao centro da testa.
  • Quando o cronômetro apitar, abra os olhos lentamente. Alongue. Faça uma pausa, entre em sintonia com você mesmo. Como você se sente?

Nossa proposta para vocês: façam 5 minutos por dia durante 1 semana. No início, pode ser que você sinta que não dispões de tempo. Mas pense: são apenas 5 minutos do seu dia!

A regularidade é fundamental, ela é a chave para os benefícios do mindfulness começarem a aparecer. O poder está no efeito cumulativo de desacelerar a mente, acalmando a ansiedade e os pensamentos repetitivos ou perturbadores.

 

Déborah Aquino
Positive Coach e Escritora do livro Num Piscar de Olhos
Deborah@blogdadebs.com.br | 11 974430123
youtube.com/atitudemocional
http://www.facebook.com/escoladefelicidadeoficial
Instagram: @debsaquino / @escoladefelicidadeoficial

 

Proibida reprodução sem autorização legal do autor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s